10985982_10205714236796589_3167400351481465940_n

 

Movimentar uma verdadeira legião de pessoas preocupadas em se voluntariar pra levar soluções a problemas em cidades do interior do Brasil, parece ser o legado que o portal Pescador de Ideias tem promovido nas redes.  Utilizando o fluxo de acessos diários, para atuar na guerra ao drama de crianças desaparecida com a promoção de fotografias que ajudem a encontrar seu paradeiro, também é uma das ferramentas adotadas pelo portal. Liderada por Flávio Duncan, a empreitada visa usar o fluxo de acessos diários trocando notícias e informação, além de documentar a atuação em projetos sociais dos mais variados. O mais impressionante deles é a atuação em oficinas de capacitação profissional para pessoas que antes dependiam de programas de transferência direta de renda, como o “Programa Bolsa Família” e que hoje geram renda. Algumas, até com a implantação do primeiro negócio.

Oferecendo cursos em oficinas de capacitação das mais variadas, desde “Produção de Velas Artesanais”, “Maquiagem Profissional”, “Culinária”, “Produção de Sabonetes artesanais”, “Massagens Terapêuticas”, “Estética”, “Depilação”, “Técnicas de Crochê, tricô, arranjos florais” e muitas outras, apenas no ano passado, Duncan atingiu a meta de 840 famílias atendidas. Este ano, sua meta são de 1280 famílias. O intuito de Duncan é fazer com que dependentes de subsídios oferecidos pelo Governo, possam se integrar ao mercado formal de trabalho, deixando de depender da ajuda financeira. Os cursos que já foram implantados em cidades do interior do Rio de janeiro, como a cidade de Magé, terão duração de oito meses. Além disso, Duncan pretende levar o projeto em 2015 para outras cidades no Estado do Rio, como Búzios.

Figura conhecida nas ruas da cidade do Rio de Janeiro, Flávio Duncan foi um dos indicados ao  “Nobel Peace Prize 2012” (O Prêmio Nobel da Paz). Reconhecido internacionalmente por ser o mais jovem indicado da história da premiação, Flávio é responsável pela implantação de dezenas de projetos sociais em comunidades no Rio de Janeiro, em especial, projetos voltados ao combate a miséria e atendimento a população em situação de rua, questão da qual se tornou referencial, o que ecoa em países próximos, como Chile, país que visitou recentemente falando do trabalho que realiza no Brasil desde os 18 anos de idade.

Administrador, implantou a primeira grande pesquisa com população em situação de Rua no Brasil, angariando dados comportamentais até então desconhecidos pelos poderes governamentais. Desde então, formatou a primeira grande rede internauta de responsabilidade social do país e publicou dois livros, o primeiro deles: “Pescador de Ideias”, (homônimo ao Portal), que ensina e motiva pessoas a escrever projetos a partir do primeiro contato com temas de vulnerabilidade social. Seu segundo e mais recente trabalho, tem o nome de: “Diários do Meio Fio”, que retrata o registro diário de uma pesquisa e mapeamento com população em situação de rua, realizado e financiado pelo próprio escritor. Através de seu trabalho, foi possível angariar dados desconhecidos e traçar perfis comportamentais das pessoas que vivem nas ruas, ajudando os órgãos que atuam na ressocialização destas pessoas a adotarem metodologias mais eficazes no combate a miséria.